Botafogo Vasco Maracanã carnaval 2008 O Globo
Folia do futebol: nos últimos 20 anos, clubes cariocas jogaram 16 vezes no carnaval
24 Fevereiro 21:37
Diego Flamengo Vasco 2017
Imponente, Fla dá as cartas, vence Vasco e mostra estar em patamar superior
25 Fevereiro 19:35

Embate de estilos, vantagem e jejum: o Clássico dos Milhões decisivo da Taça GB

Carioca 2017
Carioca 2017

Flamengo de Diego e Vasco de Nenê prometem duelo empolgante no Raulino de Oliveira

Quase um ano depois, Flamengo e Vasco se encontram mais uma vez, agora pela semifinal da Taça Guanabara, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 17h. Partida recheada de ansiedade, tanto pela indefinição durante a semana sobre o local do jogo, quanto pelas alfinetadas de lado a lado. A vantagem do empate é do Flamengo, dono de melhor campanha. Mas o jejum joga ao lado do Vasco, há nove jogos, com seis vitórias e três empates, sem perder para o rival.

Nas campanhas, o duelo é desigual. 100% no Campeonato Carioca, com cinco vitórias em cinco jogos, o time de Zé Ricardo marcou 17 gols e sofreu apenas dois. Para enfrentar o Vasco, o técnico pode manter o time no 4-2-3-1 tradicional, com Mancuello e Everton pelos lados, Diego pelo meio e Guerrero à frente. Não que seja um esquema imutável. Nos oito jogos oficiais da temporada, Zé rodou bem o time e testou variações. 4-1-4-1 e 4-4-2 foram algumas possibilidades. Neste último sistema, a entrada do veloz colombiano Berrío na vaga de Mancuello, pela direita, foi testada em momentos de outros jogos. É uma possibilidade no clássico de hoje, caso Zé não queira ficar espelhado com o Vasco.

Escalação Flamengo 2017

Esquema mais usado pelo Fla em 2017

Desde o ano passado, o Flamengo é um time que se caracteriza por trabalhar a bola no meio de campo, girando o jogo, utilizando muito Diego. Neste ano, mantém em grande parte o estilo, mas tenta variar, optando por mais cruzamentos, principalmente de Trauco, com quatro assistências só no Carioca. Nos 17 gols no torneio, o time fez seis neste tipo de jogada. Quatro vieram de troca de passes, dois de chutes fora da área, um em jogada individual, de drible, e ainda houve um gol contra. Repertório variado em um time que conta com Guerrero com o início de temporada mais artilheiro da carreira: seis gols em seis jogos.

Vasco escalação 2017

Possível Vasco diante do Fla: 4-2-3-1

O Vasco, por sua vez, penou mais na Taça Guanabara. O time, ao contrário do rival, chega ao gol menos com a bola no chão. Perdeu duas vezes e venceu três. Cristóvão aposta em um 4-2-3-1 com marcação adiantada, algo que já rendeu dor de cabeça neste ano. Foram seis gols sofridos e seis gols anotados. Quase todos em jogadas pelos lados: quatro em cruzamentos e um olímpico, de Nenê. O meia continua como a referência da equipe, mas Cristóvão conta agora com o auxílio de nomes como Gilberto e Kelvin, peças que forçam o jogo pelo lado direito, aposta que pode ser indicada diante do rubro-negro Trauco, precioso no ataque, mas com dificuldades para fechar a marcação no setor. Estratégia que ajudaria a sobrecarregar Everton.

Pela ponta esquerda vascaína, a dúvida. Wagner pode dar experiência e qualidade no passe, enquanto Guilherme Costa garantiria velocidade e mais vitalidade, necessária ao vaivém no setor. Certo é que a construção do jogo, com as duas duplas de volantes, Romulo e Willian Arão e Douglas e Jean, promete deixar o clássico mais fluido e menos truncado. A pegada, no entanto, promete ser forte por toda badalação fora de campo. O tira-teima será neste sábado de carnaval.

O árbitro: Leonardo Cavaleiro (RJ).
Em 2017, apitou a estreia do Flamengo no Carioca, goleada de 4 a 1 sobre o Boavista. Aplicou um cartão amarelo em Trauco.
Apitou também a derrota do Vasco para o Volta Redonda por 1 a 0. Aplicou cartões amarelos em Gilberto e Jean.

O estádio: Raulino de Oliveira
Em 2017, o Flamengo enfrentou Macaé (3×0) e Madureira (4×0). Venceu ambos.
O Vasco encarou o time da casa, o Volta Redonda. Perdeu por 1 a 0.

Os gols do Flamengo:

Os gols do Vasco:

 

 

Os comentários estão encerrados.