Willian Arão Flamengo Ilha do Urubu Atlético-PR 2017
De pé em pé, um Flamengo com a confiança retomada supera o Atlético-PR na Ilha
27 agosto 19:15
Flamengo supera covardia do Cruzeiro, mas esbarra em calo conhecido e amarga Maracanã
08 setembro 01:42

A demo de PES 2018: franquia evolui e dá sinais de recuperação

Pro Evolution Soccer evoluiu mais uma vez. A cada ano, a franquia de futebol da Konami parece refinar ainda mais o seu mecanismo em busca do terreno perdido para o rival Fifa ainda na última geração de consoles. Sim, a demo lançada nesta semana é bem agradável. Os gráficos são impressionantes de tão detalhados. Messi, Neymar e Gabriel Jesus parecem ter enviado seus clones diretamente para o jogo. A reprodução é fiel. Mas fica a sensação de que ainda falta algo.

Veja, PES é um ótimo jogo de futebol virtual. Sou um autêntico vira-casaca desde que o mundo de games do esporte mais popular do mundo ficou dividido entre fãs de PES e Fifa. Comecei lá atrás, há mais de 20 anos, com o jogo da EA Sports, migrei para o Winning Eleven e posteriormente PES. No PlaySation 3 curtia mais o game da Konami, apesar dos protestos de amigos inconformados. Parecia ser mais detalhista. No PS4, Fifa deu passos que só agora PES parece ter entrado na pista disposto a combater.

A movimentação robótica dos jogadores nos novos consoles em PES é, cada vez mais, parte do passado. Na edição 2018, o jogo está bem mais fluído, natural. Uma jogabilidade bem mais caprichada. O controle sobre os movimentos dos jogadores foram refinados. Assim como passes e chutes. A impressão anterior era de que cada movimento desses era um pontapé num pedaço de concreto. Com os dedos no joystick você parecia sentir o peso. Agora, não mais. A ambientação também é ótima, com retratação fidedigna dos estádios.

O que pesa é o que parece ser uma falta de compromisso da Konami com as atualizações. Assim que você inicia a demo, um anúncio avisa que os elencos são baseados nos grupos dos clubes em maio deste ano. Ou seja, torcedor do Flamengo está pensando em ter uma palhinha do time com Everton Ribeiro e Diego Alves? Esqueça. Não existem. Neymar ainda está no Barcelona e Dembelé no Borussia. Ao menos esse gostinho a Konami poderia ter dado aos gamers. O trauma em relação à demora nas atualizações dos elencos, principalmente brasileiros, é bem grande.

Sim, Corinthians e Flamengo, exclusivos do PES 2018, estão na demo. Assim como Barcelona, outro clube parceiro, Inter de Milão, Borussia Dortmund, Liverpool (impressionantemente vistoso com jogadores e uniforme tão bem retratados), Boca Juniors, River Plate e as seleções de Brasil, Argentina e Alemanha. Costumo dizer que para quem viveu a década de 80 com Atari, passando por outros consoles, é até um pecado reclamar dos jogos atuais disponíveis. Sim, PES 2018 parece ser um jogo bem divertido, mais bem tratado, em franca evolução. Vale a pena o teste.

Título: Pro Evolution Soccer 2018
Data de lançamento: 12 de setembro
Preço sugerido: R$ 175,99
Tamanho da demo: 5 GB
Plataformas disponíveis: PS3, PS4, XBox One e X360.